Ads 468x60px

23 de jul de 2013

Fora do Meu Quadrado!!!

Clarice Falcão

O título da postagem resume o assunto dela muito bem. Vamos falar de alguns artistas, alguns estilos musicais que tenho ouvido, e que são raridades entre minhas escolhas diárias. É que gosto de boa música, e quando uma pessoa faz um trabalho bem legal, eu não dou muita bola para as convenções de estilo, e me rendo ao resultado. Ultimamente tenho escutado: Gomez, Athlete, Ed Sheeran, The Libertines e Clarice Falcão. E tem o faniquito, que vocês vão saber no final. Se você que está lendo o blog, gosta de algum desses artistas que citei, ou está curioso à respeito de algo, fique por aí, que vou falar um a um deles.


Comecemos pelo 'Libertines'. Banda rock que esteve na ativa até 2010. Se não é uma novidade, que diabos a louca está fazendo em escutá-la só agora?!? Eu gosto de alguns atores, que também são músicos de uma banda de rock - iniciando seus caminhos para a gravação de um disco -, e como gosto de dar a atenção devida às coisas antes de julgá-las, acabei virando fã do som deles. A banda é 'The Feaver'. Pois bem, em uma de suas apresentações ao vivo eles fizeram uma apresentação bem interessante de uma música dos 'Libertines'. Isso me propulsionou a baixar o Greatest Hits da famosa banda inglesa, para ver qual era a deles. Aí, os mais aficionados pelo rock devem estar se descabelando e pensando: que sem noção nunca tinha ouvido falar em 'Libertines'. Bom, eu tinha ouvido falar. Principalmente na vida pessoal de Pete Doherty, vocalista da banda. Mas, como este é um estilo que eu não curto muito, a única maneira de me fazer dar atenção a uma banda dessas é por indicação de alguém, e este foi, indiretamente, o caso.


Blá, blá, blá... Mas o que eu achei do disco que escutei? Então... Pra alguém que não curte rock ele não é tão legal assim. É muito barulho (proveniente do principal instrumento do rock, que é a guitarra). Algumas letras são bem legais, e a energia das músicas também é bacana. Seria um som que numa festa eu curtiria ouvir, não é algo que eu detestaria, mas igualmente não é uma escolha pra mim, quando estou em casa. Mas valeu demais conhecer algo diferente, e ressalto que as letras das músicas merecem atenção.

Aí, a louca continuou nesta toada de pegar coisas improváveis. A banda Westlife, que todos sabem que amo, regravou um som da banda Athlete. A música em questão é 'Changes'. Como a letra e a melodia me agradam, lá fui eu, depois de muito exitar, procurar saber mais sobre esta banda. Sua denominação de estilo é Indie Rock, traduzido para Rock Independente em Português. E debaixo desse guarda-chuva muita coisa se encaixa. Mas, o mais comum é que bandas de sons mais experimentais ou melódicos, com o uso de instrumentos do rock e de outros estilos numa misturinha saudável, acabem sendo classificadas desta forma. Na prática, a banda tem sim um som mais melódico e experimenta um pouco mais com instrumentos que normalmente não são usados no rock. 



Eu gosto? Sim, muito!!! Baixei a discografia toda da banda, e esta foi uma grata surpresa. Gostei demais do som. Redondinho, bom para ouvidos que não gostam muito do grito da guitarra, pois ela é usada sim, com muito mais cuidado, e serve à melodia, ao invés de se destacar dela, como é comum no rock. Um amigo meu, entendido no assunto diz que este estilo é pop com instrumentos do rock. Talvez por isso me agrade. Outro ponto positivo são as letras, bem construídas. Isso é uma característica do estilo. Nada de letrinhas chicleteiras, e sim uma mensagem bacana, que acaba por colar por suas melodias mais chicleteiras... Hehe.

Vamos falar de Ed Sheeran??? Já falamos um pouco dele na postagem sobre o Grammy. Na verdade, falamos do Sir Elton John se apresentando e endossando o trabalho dele. Enfim, esta é uma senhora indicação, vocês não acham? Fui dar a devida atenção ao rapaz. Aí você vai ao Wikipedia tentar achar uma denominação musical para o que ele faz. Sim, eu ouvi o som do menino, e reside aí a confusão. Quem disser que ele é pop, está certo; quem disser que ele é folk, também; acústico, também; quem esticar um pouco este chiclete e disser que ele é hip hop, eu vou entender... Por que ele é tudo isso! Sou meio neurótica com essas coisas, e acho que não ter um estilo definido só é perdoável quando você é tão bom que não importa o que você está cantando... Não que o Ed Sheeran seja a melhor coisa do planeta. Mas, é melhor que muita coisa em voga no momento, então vou perdoá-lo por não descer do muro. Se você que está lendo quiser conhecer o Ed, procure baixar os EPs pré-gravadora dele. Aí, vai concordar comigo que ele é um pop acústico, com o pé no folk. É que ao assinar contrato com uma grande gravadora, o artista vende a alma ao demônio, e às vezes tem que fazer coisas que não faria se estivesse por conta própria... Mas as parcerias com rappers são bem legais também. Só não são autênticas. É pop pra tocar no rádio, apenas.



E aí, ele é bom ou não? Sim, é bom demais. Não diria fantástico, por que vi o surgimento de um James Morrison no início do século, e dentro deste estilo da misturinha, ele é bem melhor. Conseguiu ser autêntico e mainstream. O mesmo eu falo sobre James Blunt, que surgiu na mesma época. Mas o Sheeran é legal, tem seus predicados, suas letras são bem legais, algumas melodias são muito boas, e tenho fé que ele continue fazendo boa música. Virou um dos artistas que escuto em casa, sim...

Dos internacionais, deixei Gomez por último. Por que é a melhor indicação que tenho para esta postagem. Indicação vinda através do ator Hugh Laurie (Doutor House, ou senhor Little, pai do Stuart - hehe). A banda é fantástica!!! Ou era... Vou me explicar... Pra começar, a banda está justificadamente debaixo do guarda chuva do Indie Rock. Digo assim, por que pra mim o som dela define isso. Há muita experimentação instrumental e melódica em suas músicas. Pra mim - e você pode discordar - o grande mérito desta banda é um dos vocalistas, que tem uma voz muito distinta, e excelente para o estilo de música que eles preconizam. As letras também são muito boas, mas você se perde completamente na genialidade das melodias. Algumas vezes soa como barulho, mas se prestar atenção, consegue perceber que os barulhos se conectam para formar algo único. Gosto demais do som desta banda.





Uma ressalva que faço é em relação aos dois últimos cds. Eles foram ficando meio sem assunto, meio caretas... Meio pop... E se o grande barato desta banda é que eles levam a experimentação à sério, então pra mim isto foi um retrocesso. Enfim, aqui em casa ouço muito o primeiro e o segundo disco. Mas recomendo demais o trabalho da banda, se ouvir tudo já citado no mesmo dia, vai perceber a diferença de vibração. É como ouvir bandinhas de bairro, e logo depois ir a um concerto de câmara. Pra finalizar sobre isto, rogo que, depois de ouvirem a música recomendada acima, cliquem no canal da banda (de onde este vídeo saíu) e escutem tudo, por que eles têm três vocalistas principais, e muitos sons diferentes. Você há de encontrar algo que lhe agrade.

Enfim... Falemos um pouco de música nacional. Grata surpresa do ano é aquela moça da 'Porta dos Fundos', Clarice Falcão. Ela é compositora, e cantora, e gravou um disco. Lançou no itunes e se deu bem... Como eu gosto de comédia inteligente, e de cotidiano, assisto muito aos vídeos do grupo de humor do qual ela faz parte. E numa dessas, depois de ver um vídeo deles, o youtube me indicou o vídeo clipe de 'Monomania', música que dá título ao cd da moça. Apaixonei-me!!! Letra simples, direta, mas bem humorada (do jeito que gosto para o Português). Mensagem clara, historinha bem contada. E um jeitinho acústico de ser. Gostei demais, e resolvi conferir o resto. Como ela é nacional, e teoricamente não haveria dificuldades em adquirir seu cd, comprei-o pelo itunes. E recomendo que vocês todos façam o mesmo. Procurem pela moça no youtube, ouçam o trabalho dela e, se gostarem, comprem o cd, e prestigiem o trabalho de uma boa artista.



Faniquito da vez é nacional. Raridade!!! Gonzaguinha. Estava eu a organizar minha coleção de mp3 - por que, sejamos sinceros, todos nós baixamos muitas coisas - quando me deparei com uma coletânea grande do cantor. Dei uma escutada para selecionar melhor as músicas... Quando cheguei em 'Lindo Lago do Amor', acabou o trabalho. Tem alguma coisa nesta música. A repetição do refrão é hipnose, não é possível. Desde pequena sempre a amei, a despeito de qualquer outra pérola de Gonzaguinha - e ele tem muitas. O faniquito desta vez não é em relação ao cantor, e sim à música!!! Alguém pode me explicar o que tem nela??? Hahaha.


Quero fazer um agradecimento especial ao usuário darney1971, por ter postado esta pérola!!! E, é isso, por enquanto. Em breve teremos mais, por que estou sempre ouvindo muita coisa... O caso é que nem sempre são novidades... tem coisas que estão sempre no meu rádio...







JulyN

0 comentários:

Postar um comentário