Ads 468x60px

18 de jan de 2016

Grata surpresa!!! Spare Parts...

Cartaz do filme Spare Parts. Imagem cortesia de GeekDad.


Olá, amigos e amigas... Final do ano que passou eu baixei uma porção de filmes que estava querendo assistir, e aos quais estava difícil obter acesso pelas vias legais... Filmes independentes, ou que simplesmente não são grandes produções. Um deles é este filme, Spare Parts, que foi lançado no meio do ano passado, para o público ao qual foi destinado - México e Estados Unidos. E como foi que fiquei sabendo dele, se não houve promoção aqui no Brasil?!?

Então, faz alguns anos já que acompanho, o máximo que posso, a carreira de um moço que começou mirim, e conseguiu impressionar pela competência na atuação, em filmes com pessoas como Laurence Fishburne, Angela Basset, Paul Walker... E ele teve o brilhantismo de estar num filme com Paul Walker e Jacob Vargas... Tornando a tarefa de assistir duas horas de filme com ele uma delícia. Ah... Vamos falar sobre esse filme um dia desses, por que é surrealmente legal... KKK Mas hoje, não...Então, caso é que J.R. Villarreal conseguiu chamar atenção quando tinha uma porção de coisas e pessoas em volta dele nos filmes, que poderiam ter me distraído do fato que ele era um garotinho competente e expressivo. Ponto pro garoto... Pois é, o menino cresceu, tá um moção bonito agora, e os papéis começaram a ficar mais secundários, infelizmente. Também acho que ele está vivendo a vida, indo à faculdade, fazendo as coisas que um moço jovem normalmente faz, e não está voltando todas as suas energias para Hollywood. E o tempo já mostrou que os ex-mirins que fazem isso tendem a se dar melhor, então... 

De tempos em tempos eu vou ao Youtube, ao Google, procurar saber as novidades desses atores que não estão na crista da onda, mas dos quais eu sou fã. E foi assim que encontrei uma entrevista em espanhol do J.R. num programa chamado Noches con Platanito, que é exibido por um canal hispânico na Califórnia, para o público latino dos Estados Unidos. A primeira coisa que gostei de ver foi o moço falando Espanhol.... J.R. é de descendência mexicana, mas nasceu no Texas. E ele esteve lá para promover seu novo filme, Spare Parts... Pois é, foi assim que tomei conhecimento. 

Olívia Wilde, J.R. e Paul Walker. cena de Bobby Z.
Foto cortesia de Wilde-Fassbender.
Agora, você não espera que um quase figurante do filme vá aos programas de televisão fazer promoção do mesmo, não é? Com J.R. indo a vários lugares falar sobre o trabalho, me empolguei. O enredo era bom, baseado em história real e tals... E eu ia curtir demais ver um roteiro sério com ele de novo. Por que, antes de Spare Parts, teve Ghost Team One... Filme divertido, muito em parte por causa das boas atuações e do coleguismo entre os atores, e não por conta do roteiro tosco, claro. 

E aí foram alguns meses de espera e procura nos sites de partilhamento, por que sabia que este filme não ia parar em terras brazucas. Um filme sobre estudantes latinos numa escola americana que entram num concurso de robótica e ganham o mesmo... É.... Não tem explosões, e nem perseguições em carrões... E nem mulheres semi-nuas... O público brasileiro não é o alvo... Enfim... Finalmente o encontrei no início deste ano, baixei, e ansiosa para ver o J.R., dei aquela acelerada, olhando algumas partes do filme, antes de ter tempo de ver tudo. E ele estava em lugar nenhum para ser encontrado. Isto, de fato, diminuiu bem minha empolgação inicial, e demorou alguns dias para que eu finalmente me dedicasse ao filme. 

Devo dizer uma coisa: Obrigada, J.R.!!! Por sua causa tomei contato com uma história real linda, transformada num filme muito bem feito, com excelentes atores, e um sentido moral muito bacana. Belo filme. E o fato de ser baseado numa história real só deixa tudo ainda mais legal. Os verdadeiros rapazes que, em estudando numa escola pública pobre do sul dos Estados Unidos, escola essa com maioria de estudantes de descendência latina, ganharam um concurso de robótica, batendo até a escola preparatória do Instituto de Tecnologia de Massashussets, são hoje jovens adultos, membros produtivos de sua comunidade, e esse senso de produção, de orgulho por algo feito, eles conquistaram naquela competição. Muito bacana isso. 

Os verdadeiros meninos retratados no filme, o robô criado,
e os professores que os orientaram. Foto cortesia de
Science Friday.
O fato de J.R. ter um papel ínfimo com duas ou três falas, e só aparecer em duas cenas, não diminuiu o filme em nada. Ainda aguardo pelo protagonismo ou algo do gênero deste moço que tem muito talento. Mas agradeço sim pelo chamariz para esta fã. Valeu muito à pena assistir a Spare Parts. Além do J.R., o filme conta com George Lopez, Marisa Tomei, Jamie Lee Curtis, Carlos PenaVega - sim, de Big Time Rush -, José Julian, David Del Rio e Oscar Gutierrez, entre outros. Recomendo pra quem gosta de ver histórias sobre seres humanos ordinários em situações extraordinárias. 



JulyN.

0 comentários:

Postar um comentário